Usuário:
 
  Senha:
 
 

Noel Guarany:
Fandango na Fronteira

 

26/06/2009 23:53:37
ALÉM DO HORIZONTE
............................................................................

 

Foto: Alvarélio Kurossu-JDC

 

E todos disseram que além do horizonte

há um mundo tranquilo, que todos esperam

um dia encontrar.

E todos falaram, cantaram, gritaram

que além do horizonte existem as coisas

mais lindas do mundo, de um mundo tão lindo

formado de luz...

 

Disseram, somente, pois, ver, ninguém viu!

 

Não viu a criança que ontem nasceu

e os olhos abriu, sem nada enxergar;

não viram o moço e a moça bonita,

que sonham casar e a vida viver;

não viu o velhinho de vida no fim,

que vive rezando na eterna esperança

de muito viver...

 

E todos disseram que além do horizonte

arco-íris miragem só existe o amor...

Palavra tem força; e todos têm fé...

 

Disseram somente, pois, ver, ninguém viu!

 

E eu que andei e andei e andei

e um dia cheguei em cima do monte,

vi outro horizonte e outro, mais outro:

sequência de rumos levando

pra um mesmo caminho sem luz...

 

E louco, gritei; gritei por piedade,

gritei de saudade, gritei de tristeza,

de falta de amor.

Um dia voltei; voltei sem contar

pra o moço, pra moça, pra o velho, pra todos,

que tudo é mentira: o além do horizonte

é apenas o dia que volta amanhã...

 

Por isso eu suplico: ó Deus, meu Senhor,

que deixe nos sonhos do moço, da moça,

do velho, de todos, o mundo bonito

que além eu não vi;

e que cantem cantigas de mil esperanças,

cantigas bonitas que eu fiz e perdi! 

............................................................................
  Autor: Luiz Menezes
Poesia enviada Por: José Itajaú Oleques Teixeira - Taguatinga / DF
  Observações:

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
Untitled Document