Usuário:
 
  Senha:
 
 

Leopoldo Rassier:
Pilchas, de Luiz Coronel e Airton Pimentel
 

 

Buenas, Vivente! O sítio Bombacha Larga agradece a tua honrosa visita, reafirmando o seu propósito de seguir lutando pela preservação das autênticas tradições do Povo Gaúcho Sul-brasileiro! Pois como asseverou o Patrono do Tradicionalismo, João Cezimbra Jacques, "povo sem tradição é como uma árvore sem raízes". Sejas bem-vindo, chê!
 

ATENÇÃO! Prezados visitantes! O sítio Bombacha Larga informa que está, desde 30 de janeiro de 2007, reprisando as matérias publicadas anteriormente. Saudações Tradicionalistas e um quebra-costelas cinchado a todos!

17/10/2005 12:14:16
CINTO DE GAÚCHO BRASILEIRO É GUAIACA!!!
 
Cinto sem bolsas não é guaiaca nem o cinturão típico-tradicional
dos Gaúchos Campeiros do Sul do Brasil!
............................................................................

Os verdadeiros Tradicionalistas Gaúchos Brasileiros devem estar comprometidos com a preservação do rico e antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Rio Grande do Sul, pertentente ao Estado, aos Sul-rio-grandenses, ao Brasil e a todo o Povo Brasileiro. Contudo, o cinturão tradicional dos gaúchos sul-rio-grandenses agora não é mais denominado de guaiaca, mas simplesmente cinto. A  alteração deu-se conforme as novas Diretrizes para o Uso da Pilcha Gaúcha Brasileira, aprovadas pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul, órgão responsável pela preservação da autenticidade das antigas Tradições dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa Sul-rio-grandense. A decisão seria respeitada se fosse alusiva a um direito personalíssimo do órgão MTG/RS. No entanto, como se trata de um direito de todos, brasileiros, sul-rio-grandenses e gaúchos, tradicionalistas ou não, de verem mantidas e preservadas as autênticas, as antigas Tradições Regionais dos Campeiros do Pampa Sul-brasileiro, podemos considerá-la como mais uma grave afronta ao antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Estado do Rio Grande do Sul e à Identidade Cultural do Povo Gaúcho Sul-brasileiro. O vocábulo guaiaca significa bolsa e é oriundo do Quíchua, criado pelos Incas por volta do século X e formado por vários idiomas indígenas. O gaúcho sul-rio-grandense, ao adotar o cinturão de couro de origem européia nele acrescentou as guaiacas, para o porte do relógio, do dinheiro em papel, das moedas, da palha, do fumo, do isqueiro, e o coldre para seu revólver e cartucheiras para a munição. O que era apenas cinturão transformou-se em guaiaca (cinto com bolsas), atendendo às necessidades do homem campeiro do Pampa do Rio Grande do Sul. O MTG/RS, após a descaracterização da tradicional guaiaca gaúcha, retirando da mesma o coldre, cuja função sempre foi a de levar, por razões de segurança pessoal, o inseparável revólver do gaúcho interiorano em todas as lidas de campo, agora termina de matar o tradicional nome e também essa importante peça da indumentária típica e tradicional dos gaúchos sul-rio-grandenses, tão necessária para a Identidade Cultural dos Gaúchos Brasileiros. E essa irresponsabilidade parte de uma Entidade Tradicionalista que é a responsável pela disciplina e a orientação de suas Entidades Tradicionalistas filiadas, na fiel observância aos preceitos estampados na sua própria Carta de Princípios, a qual está a exigir coerência e autenticidade regionalista-tradicional em todas as ações do Movimento Tradicionalista Gaúcho BrasileiroPergunta-se: ao afastar o termo tradicional guaiaca, atribuído ao tradicional cinturão usado pelos gaúchos do Rio Grande, e retirando-lhe as bolsas características da peça, não estaria o MTG/RS infringindo a sua própria Carta de Princípios, a qual manda aquela Entidade Tradicionalista Gaúcha Federativa defender e preservar a antiga Tradição do Rio Grande do Sul, como preconizado está no art. 6. daquela Constituição Tradicionalista Gaúcha Brasileira? E, ainda: extirpando de seus regulamentos o vocábulo guaiaca, e autorizando cintos lisos, cintas urbanas, rastras platinas e guaiacas porchetão freio de ouro, o MTG-RS não estaria deixando de zelar pela pureza e fidelidade de nossos costumes autênticos, combatendo todas as manifestações individuais e coletivas que artificializem ou descaracterizem as nossas coisas tradicionais, como estabelece o art. 20 da sua Carta de Princípiosprincipal Diretriz Filosófica do Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro organizado? E, finalmente: quem são os patrocinadores dessa Corrupção Cultural? A quem interessam todas essas perniciosas alterações indevidamente promovidas na autenticidade da antiga Tradição Regional Gaúcha Sul-rio-grandense, ocorridas nos últimos tempos? Seriam os mercados sem fronteiras da Nova Ordem Mundial? Certamente que aos verdadeiros detentores dessa riqueza cultural regionalista-tradicional gaúcha sul-brasileira é que não é, pois a essência do Tradicionalismo é justamente a preservação das coisas boas e antigas que recebemos, por Tradição, de nossos antepassados. Preservá-las é um dever de todos os herdeiros desse rico Patrimônio Regionalista-tradicional Gaúcho Sul-brasileiro. Os Tradicionalistas, em que pese as citadas impropriedades culturais tradicionalistas gaúchas brasileiras e incoerências regionalista-tradicionais sul-rio-grandenses, continuarão a chamar de guaiaca o cinturão típico da tradicional Pilcha Gaúcha Oficial e de Honra do Rio Grande do Sul, em nome das ações de culto, cultivo, preservação, zelo, defesa, retransmissão e correta divulgação dos antigos usos e costumes dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul. Quanto à equivocada decisão de o MTG/RS considerar a guaiaca como um simples cinto liso em suas Diretrizes para o Uso da Pilcha Gaúcha Sul-rio-grandense, por ilegítima e despropositada é de ser a mesma solenemente ignorada pelos verdadeiros Tradicionalistas Gaúchos comprometidos com o culto e a preservação do rico e antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Rio Grande do Sul, um Bem Público pertencente ao Estado Sulino, aos Sul-rio-grandenses, ao Brasil e a todo o Povo Brasileiro!

 

............................................................................
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
01/06/2010 14:31:46 JUREMA PEREIRA - são Leopoldo / RS - Brasil
Concordo plenamente. Acho mudanças incabíveis. Será que não temos coisas mais importantes pra fazer? Será que Narciso não se cansa de se espelhar no lago? Por isso tanta gente que ama essa tradição tá caindo fora... se vê estrelismo, e só...
Sítio: *****
25/10/2005 11:04:16 Carlos Zatti - escritor
O MTG-RS, num ato insano, desprezando toda a literatura de J. Simões Lopes Neto, Alcides Maya, Barbosa Lessa, Paixão Cortes, Cardoso Nunes, Cyro Martins, Caldre e Fião, Salvdor F. Lamberty, Hélio M. Mariante, Érico Veríssimo, Manoelito de Ornellas e tantos outros literados e historiadores de nossos usos e costumes, tenta botar os pés pelas mãos! Quem lhes deu tanta autoridade? Que base cultural têm estes dirigentes para querer mudar a tradição, o linguajar terrantês de um povo? - Já é tempo de demitir a ignorância do cargo mater do MTG-RS, para o bem do movimento tradicionalista e da cultura popular gaúcha.
Sítio: *****
18/10/2005 12:05:15 Gabriel Roos
É lamentavel mesmo. Honro as nossas tradições. Tenho 17 anos. Estou apenas começando nesta campereada e, muitas vezes, sou chamado de looco por usar pilcha e frequentar C.T.G. Mas não dou bola para eles. E isso tudo que eles falam me imcentiva mais ainda!
Sítio: *****
18/10/2005 08:12:24 rene de lima costa
É lamentável saber que o MTG-RS preocupa-se em trocar o nome de um componente da nossa indumentária sem ter embasamento, estudo que justifique tal decisão. O pampa gaúcho, aqui na Fronteira Oeste, continuará a usar guaiaca e deixará o cinto para os COWBOYS e para o próprio Presidente do MTG, que em plena Semana Farroupilha parecia ator da novela América, com aquele Chapéu... Participo ativamente deste Meio Tradicionalista e fico arrediu com o rumo que estão dando à nossa tradição.
Sítio: *****
Listados 4 Comentários!
.................................................................................................................................................
 
26/10/2014 23:23:35 ELEIÇÃO É VOTAR NOS HONESTOS CANDIDATOS DO PODER ECONÔMICO!
04/10/2014 07:26:50 NA DOUTRINA MATERIALISTA NÃO HÁ CULTURA NATIVISTA!
13/07/2014 18:04:04 FORRANDO O PONCHO, COM O CABRESTEIO DOS NÉSCIOS!
13/06/2014 07:00:29 TRAMPA NA PENCA FALSA E NAS PELADAS DE CALÇA!
03/06/2014 19:59:22 NUM CUSCO HÁ UM AMIGO; NESSA MATILHA, UM CASTIGO!
13/05/2014 19:17:43 TODO DIA É DIA DE MEIO AMBIENTE: AGREDIDO, HOSTILIZADO!
28/04/2014 09:13:21 CONSCIENTES E NÃO CONSCIENTES: TODOS SOMOS IRMÃOS!
24/03/2014 15:11:18 NA BOCA DE QUEM NÃO PRESTA QUEM É BOM NÃO VALE NADA!

09/05/2014 12:09:37 COM IMPORTAÇÕES E MODISMO NÃO HÁ TRADIÇÃO NEM TRADICIONALISMO!
31/03/2014 10:30:46 CONHECIMENTO, CONSCIÊNCIA, TRADIÇÃO!
31/12/2013 19:43:18 UMA FELIZ FESTA GAUCHESCA DE PASSAGEM DE ANO A TODOS!
02/08/2013 10:41:01 A PILCHA TRADICIONAL DOS GAÚCHOS BRASILEIROS!
10/07/2013 10:18:59 21ª EXPOTCHÊ: BRASÍLIA MAIS TCHÊ DO QUE NUNCA!
18/04/2013 21:01:08 TRADIÇÃO É PATRIMÔNIO ANTIGO, PRESERVADO E RETRANSMITIDO!
10/04/2013 10:37:06 UMA FESTA CAMPEIRA DA TRADIÇÃO DO RIO GRANDE?
15/03/2013 09:02:03 TRADIÇÃO É PATRIMÔNIO ANTIGO, NÃO ESSA HODIERNA E COMERCIAL EXPLORAÇÃO!
 

Quero Cadastrar meu E-mail Quero Remover meu E-mail
E-mail:
 
Untitled Document